quinta-feira, 19 de março de 2009

TU E EU E O LADO DE LÁ DE TUDO O RESTO

Ou então fecho-te a porta e nunca mais te deixo sair.
Levaste-me ao parque dos tristes e abandonaste-me em regressos.
Só és assim porque eu mereço ou amas-me como se eu fosse verdade?
Desculpa se me dirijo a ti sem artes meias.
É que nunca soube manter a companhia e fico ansiosa de te perder inevitavelmente.
Quase choro só de pensar em perder o que de ti resta em mim.
És mais o sol que o sol que o verão conhece.
É por ti o calor que sinto poro sim poro não.

2 comentários:

  1. Che dire? "Fiquei três linhas calada." bacio

    ResponderEliminar
  2. Beijinhos

    É bom parar na linha às vezes... desde que não venha o comboio

    ResponderEliminar